sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Poetas Solitários


À tristeza, que faz festa ao ver-me recebê-la. 



Nunca a felicidade foi boa inspiração para os poetas.
A tristeza sim é companheira incansável.
Faz e desfaz a cama,
Põe o café,
Serve a janta,
Dar-te o melhor banho,
Excita-o e extrai os excessos entre um desdém e outro.

A tristeza é esta donzela,
Guiando-me o lápis na mão para que ele não me perca o raciocínio.
É a música que a letra já nem reparo,
Embalando-me enquanto as palavras vêm dançando no papel surrado;
É a bebida barata me encarando para que não seja esquecida,
tanto quanto a mim, em dias festivos.

Tristeza é o maior de todos os amores não correspondidos,
Que encontra morada senão,
Nos braços cansados dos poetas solitários. 


Rayane Medeiros
Poetisa

9 comentários:

  1. A TRISTEZA QUE EMBALA O NOSSO SONHO
    QUE DESPE NOSSAS IDEIAS
    QUE SINGI NOSSOS SEGREDOS
    QUE SUBLIMA OS NOSSOS DEGREDOS
    NA POESIA NA EXISTÊNCIA...

    vc se supera, poeta!

    ResponderExcluir
  2. Rayane suas palavras traduz com clareza o que se passa na mente do poeta, a tristeza deixa de ser vilã e passa a ser a amiga e companheira na hora certa.

    lindo poema

    ResponderExcluir
  3. Obrigada gente, fico super feliz em saber que vocês gostaram. Brigadão! ;**

    ResponderExcluir
  4. A tristeza, companheira da solidão, aí habita a alma do poeta1

    ResponderExcluir
  5. E aquela sensação de que algo saiu perfeito.
    Aconteceu quando li este poema. Parabéns...

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Lembranças, arrependimentos,
    medo de amar, odio, mágoas,
    palavras perdidas ao vento,
    tudo isso dentro de mim.
    minha alma grita e chora
    querendo se libertar, mais
    isso parece ser impossivel.



    de minha autoria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei de seus versos, possui algum blog pessoal?
      Abraços

      Excluir
  8. Deixa eu acordar essa publicação tão antiga para os nossos novos parâmetros e lembrar que é um ótimo poema. Sim a tristeza é a nossa força e o nosso carma, é o que mais combatemos, porém ao mesmo tempo sem ela nunca seremos quem somos!

    ResponderExcluir